Sempre assim (parte 1)

Os dois sempre se falavam. Conversavam todos os dias, por uma ou duas horas. Eram bem próximos. Mesmo que fosse pra jogar conversa fora, sempre estavam ali, próximos. Tinham vários gostos, idéias em comum e sempre tinham coisas a compartilhar que os dois se interessavam quase mutuamente.

Tinha um sorriso adorável e motivador; a personalidade exatamente com ela gostava. Era suave e agradável, mas poderia ser desafiadora e mais esperta que ele quando bem entendesse. Ele, sempre com suas indiretas e brincadeiras. Ela, sempre se desviando delas, tentando não levá-lo a sério, mas bem gostaria que assim fosse. Até que ele arranjou uma garota. Nada muito sério, ela nem parecia fazer parte do mundo dele. Parecia ser mais uma acomodação, resultado de certas circunstâncias.

Aí as brincadeiras diminuíram, ele começou a se limitar, mas não tanto. Ela não gostou nada nada disso e achou que o lance entre os dois havia acabado, mesmo antes de começar. Garotas sempre têm esse tipo de drama. Mas ela não deixou ele de lado, não queria isso. E ele também não.

continua…

segunda parte

Anúncios

Um comentário em “Sempre assim (parte 1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s