Ô, amigo!

A gente se acostuma a ser amigável e agradável a quem é desconhecido. Mas, sabe como é, tem gente que acaba levando essa coisa da simpatia a sério e quer um aprofundamento disso… E aí começa a achar que tem intimidade suficiente para te encher de perguntas sobre sua vida. Forçar amizade para quê, amigo? Todos teremos o mesmo fim e todo o seu ridículo esforço será em vão. Não é só porque você quer que eu serei agradável e paciente para ouvir todo um papo furado de “olá, vamos nos conhecer melhor”. Porque se tem coisa mais irritante do que tentar forçar amizade, é você continuar tentando. Então, faça o favor de seguir o conselho daquele seu pagode que diz “deixa acontecer naturalmente” porque eu não estou favorável para me fazer de suportável. p.s.: sem mais delongas, não quero prolongar esse texto e ser agressiva rere.

Anúncios

Um comentário em “Ô, amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s