dowachudo

O único modo de não se arrepender do que faz é simplesmente não fazer nada. Digo, nada que seja duvidoso ou que implique insegurança, nada que não precise de sua consciência ativa para acontecer, nada que precise de uma boa dose de impulsividade para dar um gostinho de adrenalina. E aí você só se arrepende do que deixa de fazer, só para garantir que nenhum deslize ocorra, certo?

Mas aí você percebe que isso não tem graça alguma. Todo esse cuidado para não cometer nenhuma gafezinha sequer acaba se tornando visivelmente patético. É como querer pular de um penhasco e então ficar numa tola iminência de movimento. E assim permanece, ridiculamente, que se dane a adrenalina!

A segunda parte disso tudo é imaginar no que poderia ter resultado o tal pulo do penhasco e permanecer com a dúvida eterna do que seria o seu final. Bem incômodo, não?

Ninguém deveria ter o direito de se privar a qualquer atitude somente para prevenir uma consequência, seja ela boa ou ruim, só pelo fato de achar que sabe como tudo vai resultar. “Eu poderia ter morrido pulando daquele penhasco.” Quem se importa com o que você acha que poderia ter acontecido? Vire vidente então, cara!

A vida é cheia de erros e isso você está cansado de ouvir. Sabe muito bem o quanto se pode aprender com eles e que é inevitável vivenciar e conviver com eles. Apenas faça, antes que se arrependa de nunca ter se arrependido de verdade. Livre-se de si mesmo e assim poderá futuramente vasculhar sua memória e relembrar como foi bom ter se colocado à prova.

“It’s like I wanna tell I love ya, but I don’t know how, it’s like fire in my chest…”

Anúncios

Um comentário em “dowachudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s