Acabou?

E quando acaba a vontade de continuar? Aquela agonia, aquela impaciência de querer que a vida passe mais rapidamente… Um desejo grande de pular as noites (mal) dormidas, ignorar as reclamações, agilizar o trânsito, tentar respirar e então parar o tempo. Tanto querer para pouca disposição; “tanta” disposição para muito trabalho; tanto trabalho para pouca paciência; pouca paciência para tanta espera. Espero que acabe logo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s