“O” quê

Além de teus abraços, não encontro o que possa me prender a ti. Braços confortáveis não serão o bastante enquanto faltar aquele quê que provoque um mínimo suspiro. Não foi falta de procura, esse tipo de quê existe para que alguém especial veja, mas (ainda?) não apareceu para mim. Não tenho modelos, apenas sei de exemplos, e deles posso dizer que não é nada incomum, mas que nunca chegaria a ser banal. Tem um toque especial e que assim se torna só por fazer parte de ti. Não deixa espaço para hesitações, perguntas ou arrependimentos.

Um cheiro, um trejeito, uma ponta de futuro.  Qualquer coisa que te tornasse mais que suficiente. Necessário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s