Ana Luiza

Romeo and Juliet

Romeu: Jogue suas tranças, Julieta.
Julieta: Oh, Romeu, Romeu, onde estás, Romeu?
Romeu: Aqui embaixo, mulher, joga logo essas tranças que eu não tenho o dia todo!

Calma… eu acho que confundi as histórias. Romeu e Julieta não tem tranças, e Romeu não falaria assim com Julieta, óbvio. Romeu amava Julieta, Julieta amava Romeu, mesmo o cabelo da Julieta não sendo como o de Rapunzel. Mas por que depois de 5 séculos ainda nos encantamos com essa trágica história de amor? Será que Shakespeare tinha a mínima noção de que Romeo and Juliet viveria durante séculos no imaginário de casais apaixonados, renderia livros, filmes, frases e textos sobre esse amor? Bom, se Shakespeare sabia de tudo isso… que a humanidade se curve ao gênio.

Mas eu nunca fui com a cara do Romeu, nem da Julieta, como pode em uma única noite jurarem amor eterno e se casarem? Como, se Romeu encontrou Julieta por acaso no baile? Ele queria outra, meus caros.  E aí, de repente, é Julieta pra cá, Julieta pra lá… E Julieta, que caiu como um patinho no conto do Romeu? Julieta, essa mesma, que estava prometida a outro. Bom, talvez Romeu tivesse um charme incrível, e Julieta tivesse um perfume que seduziu Romeu e o deixou a seus pés. Mas o que tiver que tenha sido que os deixou assim, perturbadoramente apaixonados, não existe! Continuar lendo “Ana Luiza”

Anúncios

Amar, quem curte?

Sei que os posts decentes estão diminuindo, mas é que as férias mudaram drasticamente minha rotina e, consequentemente, minha cabeça… Férias parecem uma pausa pra vida, mas, quando acabam, parece que passou mais tempo do que deveria -q. Já é madrugada e, se não consegui fazer nenhum dos meus lindos textos por esses dias, não é agora que eu vou, mas posso tentar. rs

Já que ninguém me deu uma sugestão, vou ter que falar da coisa que mais está presente nos meus pensamentos.. E não, não estou apaixonada, ok. Já disse, sou apaixonada e all you need is love, love ♪

——

Amar, quem curte? Eis a questão. Todo mundo curte um amor, apesar de tudo. Todo mundo curte alguém pra pensar enquanto ouve músicas melosas ou quando precisa-se de uma companhia . E não venha me dizer que não, que aí você é um mega revoltado com a vida e mal amado.

Não é boa a sensação de agradar as pessoas e ser reconhecido por isso? Nada melhor, então, do que fazer isso por quem se gosta… A ideia de quem gosta é viver para si e para o outro, fazer o bem a si e ao outro. E reciprocidade mil, certo? Talvez…

Aí vem a parte que amar acaba com a vida da gente… E então você sente vontade de se matar? Now the rain is just washing you out of my hair and out of my mind Ah, deixa de ser idiota. O mundo fica tão bonito e colorido cine neon powerpop quando se está in love e porque não pode continuar como era quando não se está apaixonado? O jardim continua verde e desigualdades extremas continuam por aí… Certo amor pode ter acabado, mas a vida ainda não, ok? Nem o amor em si. Ainda existe muito por aí. Não diria que dá pra dar e vender, mas ainda .