‘Você tem meu coração…

…a bater pra você mais uma canção.’

Lembro de quando li um mito muito interessante sobre alma gêmea. Era algo como se as pessoas de muito antigamente eram, na verdade, duas com os corpos interligados e os deuses, como castigo, as separaram. É por isso que até hoje cada uma procura sua outra metade(que poderia ser um homem ou uma mulher, independetemente do seu sexo). Bonito, não?

A mitologia explica bastante coisa com sentido, mas sobre essa questão eu penso diferente. As pessoas querem para si alguém que a satisfaça como companhia. Alguém que faça suas vontades e realize seus desejos individuais ou coletivos. Ninguém pode viver sozinho por muito tempo. Acredito que é necessário dividir e viver certas experiências com outras pessoas. É outra sensação.

Quando começo a ouvir músicas calmas e românticas demais e fico meio pensativa sempre acham que estou apaixonada. Que é isso, eu não me apaixono tão fácil assim! Sou uma pessoa apaixonada por natureza. Me sinto bem em situações de afeto. E, às vezes, me sinto extremamente carente. Mas quem é que não se sente? Eu gosto de estabilidade emocional e, pra mim, isso significa dizer que quero me sentir bem com quem está ao meu redor.

O que eu penso que seria a companhia ideal? Bom… Seria alguém com certa opinião formada, aberto a escutar e a ser escutado. Quero alguém do contra, que seja diferente da maioria, mas semelhante ao meu ver. Não alguém igual a mim. Mas alguém que não me seja comum. Nem aparentemente. E que deixe isso transparecer sem qualquer receio. O incomum que me agrada e me surpreende positivamente. Ah, compreensão é essencial. Fisicamente? Quero alguém com um sorriso radiante que levante meu humor a qualquer custo.

Não é bem uma receita da imagem de quem eu espero. É mais um tipo de restrição. Até porque há mais uma porção de coisas que me chamam atenção, que me interessam e me prendem. Além disso, tem certos momentos pra esse incomum ser apresentado, o que traz o diferencial.

Se existe alma gêmea? Eu creio que não. Sei que existe alguém com quem eu terei/teria uma bela sintonia, uma certa harmonia pra eu poder cantar ‘Em ti eu consigo encontrar um caminho, um motivo, um lugar pra eu poder repousar meu amor’.

Para quem quiser ler o mito,  aqui.

Meu impulso inicial pra esse post: blog da @elisa_carvalho

Na minha playlist

Adoro o jogo feito nessa música. Como não tenho memória pra algumas coisas, de vez em quando ela me pega de surpresa quando escuto o final.

Los Hermanos – Veja bem, meu bem

Veja bem, meu bem
Sinto te informar que arranjei alguém
pra me confortar.
E esse alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você
nestes braços tais.

Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel, mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.

Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.

E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.

Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado “Saudade”.